Resenha de "Identidade Roubada"

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Sinopse:
Era para ser um dia como outro qualquer na vida de Annie O’Sullivan. A corretora de imóveis levanta da cama com três objetivos: vender uma casa, fazer as pazes com a mãe e não se atrasar para o jantar com o namorado.

Naquele domingo, aparecem poucas pessoas interessadas em visitar o imóvel. Quando Annie está prestes a ir embora, uma van estaciona diante da casa e um homem sorridente vem em sua direção. A corretora tem certeza de que será seu dia de sorte. Mas o inferno está apenas começando.

Sequestrada por um psicopata, Annie fica presa durante um ano inteiro em um chalé nas montanhas, onde vive um pesadelo que deixará marcas profundas.

Construído de maneira extremamente original, Identidade roubada é o relato visceral que Annie faz à sua terapeuta dos 365 dias em que ficou à mercê do homem a quem chamava de Maníaco.

As memórias que vêm à luz ao longo de 26 sessões de análise são intercaladas com a história de sua vida desde que conseguiu escapar do chalé: a luta para superar seus medos e se reencontrar, a investigação policial para descobrir a identidade do sequestrador e a sensação perturbadora de que seu martírio ainda não acabou.

Em sua estreia, Chevy Stevens cria uma heroína inesquecível que, depois de sobreviver a uma experiência devastadora, precisa descobrir a verdade para se libertar.

Surpreendente e avassalador desde a primeira página, este thriller psicológico entrou na lista de mais vendidos do The New York Times e foi finalista dos conceituados prêmios Arthur Ellis e International Thriller of the Year.


 Após ter lido a sinopse do livro, eu já esperava uma história pesada. Mas não imaginei que seria contada com tanto realismo e que mexeria tanto comigo da maneira que mexeu. Eu fiquei tão centrada no livro que não parava de pensar nele no trabalho, na faculdade; em casa contei para todos, em detalhes, ficaram quase tão abismados como eu.

 Não vou falar sobre o que acontece no livro, a sinopse já conta bastante e tem várias resenhas por aí que fazem o mesmo. Mas posso dizer que a maioria dos fatos vai se sucedendo de maneira convincente no decorrer dos acontecimentos e que é impossível se sentir indiferente com todas as barbaridades que Annie sofre. Li o livro inteiro com um nó na garganta e, no fim, não consegui não chorar.

 Mesmo sendo um ótimo livro, consegui achar alguns pequenos defeitos em “Identidade Roubada”. Como, por exemplo, a quantidade de palavrões, isso me incomodou um pouco, mas não chegou a comprometer a leitura. Outro fator que eu estranhei foi a revelação no desfecho da história, mas depois acabei me acostumando.

 Mesmo sendo um livro tão intenso e chocante, a leitura se torna muito rápida, pois ficamos ansiosos para descobrir logo o mistério da história. E a mensagem que, no fim, o livro transmite é lindíssima.

9 comentários:

Larissa disse...

Estou louca para ler esse livro, ele chegou hoje na minha casa =D
Amei a sua resenha.

Bjs...
http://assuntosobrelivros.blogspot.com/

Arianne Carla disse...

Nossa, fiquei assim: Como é? A curiosidade me tomou, confesso... Mas ainda sim estou pasma com a história.

Raquel Garcia disse...

Não sei se aguento ler um livro com essa temática, mas é verdade que fiquei bem curiosa.. e enojada depois de ler algumas resenhas.
Quando eu sentir coragem vou ler também!

Karla ♠ disse...

Sua resenha conseguiu me deixar mais curiosa do que eu estava antes para ler esse livro rs. Seguindo o blog ;)

Bjss.

Nih_x disse...

Oi!
Recebi sua mensagem via Skoob e vim ler a resenha :)

Suspense e drama não são meus gêneros favoritos, mas ao ler a sinopse desse livro fiquei muito interessada.

Agora preciso me programar porque tenho alguns livros que quero ler antes mas, ao mesmo tempo estou muito curiosa para saber o que acontece neste.

Abç.

May disse...

Estou ansiosíssima pra ler esse livro!

Beijinhos,
May ;*
{http://tagarelando.net/journal}

Leonardo Oliveira disse...

Adorei a sua resenha confesso que nunca tinha visto esse livro, a sua resenha me deu uma enorme curiosidade para lê-lo.

Parabéns e e já estou seguindo o blog.

http://weboysforlife.blogspot.com.br/

Eyka disse...

Oi flor :)

Confesso que cocei a mão para comprar esse livro um dias desses, mas me contive por causa da capa...rs, não sei... não chamou minha atenção. Mas, li o seu post e fiquei inclinada a comprar... gosto de histórias que despertam as nossas emoções.

Parabéns pelo blog, estou seguindo ;)
Te espero no meu cantinho também , e se gostar, segue a gente!

http://livrosechocolatequente.blogspot.com.br/

Beijos =*

Lorena Alencar disse...

OI!!! ADORO SEU BLOG! ACHO UM MÁXIMO TODOS OS SEUS POSTS, RESENHAS ... ENFIM: TUDO!!!!! EU JÁ TE SIGO E SEU BLOG JÁ ESTÁ ENTRE OS MEUS FAVORITOS!!.... VC PODERIA POR FAVOR DAR UMA OLHADINHA NO MEU TAMBÉM? AI VAI O LINK: http://mywonderfulbooks.blogspot.com.br/
MUITO OBRIGADA E NÃO ESQUECE DE ME SEGUIR TAMBÉM TÁ?

Postar um comentário

Blog contents © Nowhere Girl 2010. Blogger Theme by Nymphont.