Todos os fogos o fogo, de Julio Cortázar

quinta-feira, 14 de julho de 2011


Todos os fogos o fogo teve a primeira edição lançada em 1966, é um livro com oito pequenos contos do escritor Julio Cortázar.
O livro já começa com o melhor conto, na minha opinião: “A autoestrada do sul” que é sobre um engarrafamento numa autoestrada que leva a Paris. Este engarrafamento dura muitos dias (um exagero intencional), isso obriga essas pessoas a começarem a se relacionar ente si, cria-se uma nova rotina e hábitos. O motivo do congestionamento não nos é apresentado, nem ao menos sabemos os nomes dos personagens que são citados pelos nomes de seus carros: “a moça do Dauphine”, “as duas freiras do 2HP”, “o casal do Peugeot”. O conto nos mostra como, depois de certo tempo, podemos nos acostumar às mais variadas situações. Tanto que no final, quando os carros já podem seguir, o “engenheiro do Peugeot 404” que é o personagem central da trama, sente um desconforto por tudo ter acabado.
Só por este conto o livro já valeria à pena, mas os outros contos também são muito bons. Todos têm alguma relação de sentido um com o outro. São eles:
Reunião
Senhorita Cora
A ilha ao meio-dia
Instruções a John Howell
Todos os fogos o fogo
O outro céu
Nunca havia lido nada do Julio Cortazar, foi uma ótima descoberta!

0 comentários:

Postar um comentário

Blog contents © Nowhere Girl 2010. Blogger Theme by Nymphont.